Pesquisadores criam livro infantil para ensinar sobre coronavírus

Capa do livro infantil Coronavírus, criado por pesquisadores da UFMT: linguagem simples e acesso gratuito pela internet (Foto: Reprodução)

Universidade Federal de Mato Grosso desenvolve publicação ilustrada, destinada a crianças, para ajudar na compreensão da pandemia

Por Universidade Federal do Mato Grosso | ODS 3ODS 4 • Publicada em 17 de abril de 2020 - 08:27 • Atualizada em 19 de abril de 2020 - 11:46

Compartilhe

Capa do livro infantil Coronavírus, criado por pesquisadores da UFMT: linguagem simples e acesso gratuito pela internet (Foto: Reprodução)

Pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), do campus de Sinop (a 480 quilômetros de Cuiabá), desenvolveram um livro infantil com objetivo de levar conhecimento cientifico às crianças sobre o coronavírus e a pandemia de covid-19, de forma didática. O livro tem formato PDF, possui 32 páginas e está disponível online – a universidade não tem recursos para sua impressão. Com uma linguagem simples, a publicação explica conceitos de microbiologia – o que são os vírus, sua disseminação e como evitar contágio – além de informar sobre a pandemia e seu avanço no mundo. Todas as informações são complementadas com ilustrações.

O ponto mais difícil do trabalho, para nós que trabalhamos na ciência, foi traduzir isso para a criança em uma linguagem simples, transformar no máximo de imagens, com textos muito curtos e palavras de fácil compreensão

Roberta Nogueira
Professora da UFMT

O livro integra o projeto de extensão MT Ciência, que visa popularizar os conceitos científicos estreitando os laços entre a Universidade e a sociedade. A série Pequenos Cientistas – Mundo Invisível já publicou exemplares em que aprofunda conhecimento sobre os mosquitos, percevejos e besouros. Nesta edição sobre o coronavírus, os professores apresentam conhecimentos fundamentas para a compreensão da doença. “É desafiador pegar o conhecimento científico e simplificar para que as crianças o compreendam em sua totalidade”, afirma a professora Roberta Martins Nogueira, da Faculdade de Ciências Agrícolas e Ambientais, uma das autoras e responsável pelo design da capa e a diagramação.

Formada por professores de diferentes áreas, a equipe formulou perguntas básicas e, após a confecção das respostas com linguagem ao alcance das crianças, o livro foi encaminhado ao conselho editorial da Fundação Uniselva, que apoia o projeto MT Ciência. “O ponto mais difícil do trabalho, para nós que trabalhamos na ciência, foi traduzir isso para a criança em uma linguagem simples, transformar no máximo de imagens, com textos muito curtos e palavras de fácil compreensão”, acrescenta a professora Roberta Nogueira, que elaborou o livro ao lado de Fabiana Cristina Donofrio, professora de microbiologia e parasitologia do Instituto de Ciências da Saúde; do professor Evaldo Martins Pires, biólogo e especialista em entomologia; da professora Roberta Vieira de Morais Bronzoni, especialista em microbiologia e virologia, e da médica Leticiane Munhoz Socreppa, especialista em imunologia.

Leia todas as reportagens da série #100diasdebalbúrdiafederal

Página do livro ensinando como são os vírus: ilustrações para atingir o público infantil (Foto: Reprodução)

A UFMT, a Uniselva e a o projeto MT Ciência estão divulgando o livro através das redes sociais, com foco principalmente em escolas e instituições voltadas para o ensino fundamental, e também buscando alcançar os pais. A publicação tem versões também em espanhol e inglês e uma versão em Libras (Língua Brasileira de Sinais). Na divulgação, a universidade enfatiza que o livro Coronavírus explica didaticamente sobre microrganismos, o grupo ao qual pertence este vírus e outros, a ciência e os profissionais que se dedicam a essa área, as formas e os modos de contaminação, bem como as maneiras de prevenção e o conceito de pandemia.

O projeto MT Ciência é grupo formado por professores, técnicos e alunos do campus Sinop da UFMT, que trabalha no desenvolvimento de soluções inovadoras e na difusão de conhecimento para toda a sociedade – para o setor público, para a iniciativa privada ou para entidades da sociedade civil organizada. A série Pequenos Cientistas – Mundo Invisível tem a meta de trazer textos informativos para auxiliar a alfabetização científica das crianças. “Essa linguagem simples tem uma importância fundamental para que a alfabetização aconteça de forma efetiva. Nós queremos auxiliar na formação de novos cientistas no Brasil”, explica a professora Roberta Nogueira.

A série #100diasdebalbúrdiafederal terminou, mas o #Colabora vai continuar publicando reportagens para deixar sempre bem claro que pesquisa não é balbúrdia.

Universidade Federal do Mato Grosso

A Universidade Federal de Mato Grosso, através da Secretaria de Comunicação e Multimeios (Secomm), estabelece comunicação entre os diversos segmentos da comunidade universitária e os veículos institucionais, a fim de ampliar a visibilidade das suas ações de ensino, pesquisa e extensão

Newsletter do Colabora

Nossa newsletter é enviada de segunda a sexta pela manhã, com uma análise do que está acontecendo no Brasil e no mundo, com conteúdo publicado no #Colabora e em outros sites.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sair da versão mobile